Tiro no Porta(s)-Aviões

Depois do tiro na Fragata (leia-se “caso das escutas” para descredibilizar Cavaco Silva) o PS atira agora ao Porta-Aviões (leia-se “caso dos submarinos” para descredibilizar Paulo Portas).

O PS e José Sócrates dependiam, antes das eleições, apenas de Cavaco Silva para poderem continuar agarrados ao poder. Daí o lançamento da bomba em pleno período de campanha.

O PS e José Sócrates dependem, depois das eleições, de Paulo Portas para poderem formar um governo estável que lhes permita ficar agarrados ao poder mais 4 anos. Daí lançaram o torpedo logo no dia seguinte às eleições.

É só coincidências não é? Venha mais um fino para esquecer…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: