O problema não está na conta bancária

Jesuítas: Os três colégios são idênticos, as notas dos alunos nem por isso. Os professores ensinam segundo o mesmo método, mas os alunos de Lisboa, Coimbra e Santo Tirso têm notas bastante díspares.

Nesta notícia de hoje no jornal i fala-se dos três colégios Jesuítas existentes no país, da forma de ensino nesses estabelecimentos, e nas razões pelas quais os resultados são diferentes de uns para os outros.

Os directores dizem que os três colégios têm a mesma filosofia, a mesma forma de ensinar, o mesmo projecto educativo, baseado no modelo pedagógico. E que o problema está no ambiente socio-cultural de onde provêm os alunos. Justificam as diferenças das notas dos alunos com a questão de ricos vs pobres.

Não concordo. Acho, isso sim, que uns pais se demitem da sua função (de educar os filhos) e outros não. A educação de um jovem não começa ás 9h00 e termina ás 17h00. Tem de ser contínua, na escola e em casa. Se os pais não incutem educação, disciplina, respeito e exigência aos filhos, que poderá fazer um professor? A inteligência e capacidade de um jovem não se vê pelo tamanho da conta bancária dos pais.

Anúncios

3 Responses to O problema não está na conta bancária

  1. NFPM diz:

    Tu atiras postas de pescada! Um bocadinho mais de rigor!

    O Ina transitou a alguns anos +-20 para o regime semi-oficial e como tal absorve todos os alunos das freguesias próximas. tanto de STS como de VNF. logo nao se pode negligenciar o ambiente socio Cultural ao qual pertecem estes alunos!

    Eu estudei lá alguns anos! Apanhei a fase de transiçao e a verdade é que o ensino foi perdendo qualidade! Nao quanto ao conteudo programatico mas sim quanto aos valores transmitidos e respeitados pelos alunos! Assim como foi notório a abertura do colégio a alunos do ensino oficial. Com a dimensao ( nº. alunos) que tinha nao era possivel continuar a ser um colegio privado. Nao teria mercado, entendes?
    É evidente que isto nao se notou do dia para a noite. mas com o passar dos anos o INA tornou-se quase num colégio oficial.

    Tb é verdade que potenciou outro tipo ensino – cursos profissionais!

    O CSJ continou a ser o colégio de sempre! Quem mudou foi o INA.

    Bons Velhos Tempos!!!!

    • Luis Melo diz:

      Caro NFPM,

      Basta ver o que dizem os 3 directores dos colégios para confirmar que os três colégios têm a mesma filosofia, a mesma forma de ensinar, o mesmo projecto educativo, baseado no modelo pedagógico.

      Se assim é, sejam alunos ricos ou pobres, ou seja o colégio privado ou publico, todos deveriam obter resultados semelhantes.

      Repara que eu aqui não estou a dizer mal do colégio, de alunos ou de professores. Estou tão só a culpar os pais, que me parecem ser os responsaveis pela situação.

  2. NFPM diz:

    A verdade pura e dura é que a matéria prima não é a mesma. Ou melhor tem condições de partida muito diferentes para alcançar o sucesso!!!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: