Paulo Bento forever?

Já disse aqui que deixei de dispender muito tempo no futebol. Gosto de ver alguns jogos e no fim desligo. Não tenho paciência para falar de bola. Os penaltis por marcar, as expulsões poupadas, etc. Mas do que vou falar não é futebol, é simplesmente da gestão e da política da FPF.

Faz-me espécie que Gilberto Madaíl e a sua direcção tenham querido, no final do Mundial, demitir Queirós, feito a trapalhada vergonhosa a que todos assistimos, e agora virem à pressa contratar um seleccionador de qualidade muito duvidosa.

Segundo o próprio presidente da FPF este é o último mandato. Não seria portanto mais fácil ter-se demitido logo em Julho e dar tempo para se realizarem eleições? É que assim a nova direcção tinha tempo para escolher o seu seleccionador e não tinha de ver impingido Paulo Bento.

Além disso a escolha é manifestamente má. Sabe-se que nenhuma selecção está junta mais do que 15 dias para preparar jogos. Nenhuma equipa se forma nesse espaço de tempo. Ou seja, o seleccionador tem de ser, acima de tudo, um bom gestor de homens e um bom leitor do jogo (para reagir correcta e rapidamente no decorrer do mesmo).

A única altura em que a selecção está mais tempo junta é (de 2 em 2 anos) antes dos Europeus e Mundiais. Mas mesmo aí, em final de época, os jogadores estão desgastados e não se lhes pode exigir muito. Apenas gerir esforços e mentalidades.

Sabemos que Paulo Bento não tem nem uma, nem outra característica. Ainda por cima é um treinador sem credenciais, sem carisma e pouco respeitado no meio. Como irá ele conseguir construir uma equipa com este cenário e com as “estrelas” que temos?

Anúncios

2 Responses to Paulo Bento forever?

  1. sofia diz:

    Olá!
    Esta escolha assusta-me por vários motivos e olha que não gosto particularmente de futebol. Penso que a escolha foi apressada, tomada num quase-desespero depois de se ter enrolado indefinidamente o “Caso Queirós”. Em segundo lugar, porque, passo a redundância, ficou claramente no ar que Paulo Bento é a segunda escolha. Em terceiro lugar porque, não duvidando da competência do Paulo Bento, uma coisa é treinar uma Selecção, outra uma equipa da 1ª Liga…mas, como em tudo, temos que ser flexíveis e dar o benefício da dúvida…
    Beijo,Sofia

    • Luis Melo diz:

      Cara Sofia,

      Claro que a escolha foi apressada. Depois de já se ter iniciado a qualificação para o Euro2012, e após 2 exibições vergonhosas, viram-se “entalados” e quiseram substituir Agostinho Oliveira o quanto antes.

      Penso que Paulo Bento nem sequer é 2ª escolha. É pura e simplesmente o único treinador português (e portanto barato) disponível e com alguma experiência de futebol de alto nível.

      Isto não quer dizer que tenha capacidade para tirar resultados imediatos, de um grupo com alguns dos melhores jogadores do mundo, num espaço de tempo tão curto.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: