O perfil do político medíocre

É um clichê dizer que os políticos estão descredibilizados, mas esta é também uma realidade nua e crua. Infelizmente a política está repleta de gente medíocre, e o expoente máximo disso é a pessoa que lidera os destinos do país.

O político medíocre preocupa-se mais em combater (hipotéticos) adversários internos – alguns nem o querem ser, são apenas fantasmas – do que a lutar contra os verdadeiros adversários que estão no exterior.

O político medíocre tem mais vontade de denegrir os que têm as mesmas ideias e ideologias, e portanto o podem substituir – em caso de mau desempenho – do que atacar (politicamente) os adversários de outros partidos.

O político medíocre passa mais tempo a arranjar motivos para se manter no lugar depois de falhar, do que a trabalhar para merecer ficar nas funções que lhe foram confiadas pela população.

O político medíocre quer ficar no poder não pelo mérito, não por ser o melhor, mas pela inexistência de alternativa, por ser o único a cumprir os mínimos ou a ter vontade/disponibilidade para lá estar.

O político medíocre preocupa-se mais em comprar votos e arrebanhar apoiantes, do que em conseguir conquistá-los ou convencê-los a segui-lo com trabalho, competência e liderança.

O político medíocre usa – tal como disse Maquiavel – o caminho mais fácil do desgaste do adversário, ao invés de apresentar capacidades, soluções, propostas e projectos que convençam os votantes.

O político medíocre tem a convicção e os tiques dos déspotas e ditadores. Acha que “quem não está com ele está contra ele”, como se numa sociedade de um país desenvolvido e integrado no século XXI só existissem dois lados.

O político medíocre rodeia-se normalmente de gente incapaz e sem personalidade, para que nenhum deles consiga aspirar ao seu lugar, e para que cumpra as suas ordens sem questionar.

O político medíocre sofre de complexos de inferioridade e afasta todos aqueles que tenham mais competências. Razão pela qual nunca consegue apresentar propostas e soluções credíveis.

O político medíocre rege-se pelo ditado “se não consegues vencer, junta-te a eles” ao invés de se esforçar pela luta das suas convicções, dos seus princípios, dos seus valores ou das suas ideias.

Anúncios

5 Responses to O perfil do político medíocre

  1. cefaria diz:

    Infelizmente o político medíocre como tem poucas alternativas fora da política, cola-se e não sai e expulsa os bons políticos que além de terem alternativas fora deste meio não se sentem bem ao lado dos políticos medíocres.

    • Luis Melo diz:

      Exactamente caro Cefaria… no privado não têm lugar porque não possuem capacidades nenhumas… a não ser que o privado seja alguma empresa do Manuel Godinho e companhia…

  2. Concordo contigo apesar de achar que ao fazeres esta definição pode indiciar que todos assim são quando sabemos bem que não é…

    Mas em relação a isto noutro dia um amigo meu de uma estrutura partidária (que não a minha) dizia-me que estes a quem te referes são muito importantes em qualquer estrutura pois fazem o que os outros não querem e como vivem daquilo têm tempo para se ocupar com questões menores mas necessárias a uma qualquer estrutura. É o real politics portugues….

    • Luis Melo diz:

      Caro Fernando,

      Eu faço aqui o retrato do político medíocre, e digo que a política está repleta de gente desta, mas não digo que são todos. Obviamente há sempre excepções que confirmam a regra, e felizmente ainda há alguns bons políticos. Eu próprio já escrevi sobre alguns deles aqui.

      Em relação ao resto discordamos. É sempre preciso fazer trabalhos “menores”. Mas se houver vontade e sentido de missão, todos o farão. Antigamente, os próprios candidatos andavam a colar cartazes e a distribuir panfletos e brindes. Hoje já não se “dão a esse trabalho”. Mas por aí se vê o que querem realmente. É o tacho, é o “filet mignon”. Não querem ter trabalho para “lá chegar”.

      Ora, esses que assim são, que não querem dar-se a “trabalhos menores” são precisamente os políticos medíocres.

  3. Prof. Santhos diz:

    acredito que quando os políticos não tomam o caminho da mediocridade eles perdem os eleitores…pq esses sim são em sua grande maioria mediocres.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: