Polícias: Abuso ou Défice de autoridade?

Este país está a cair no abismo. Todos os dias a democracia é golpeada e caminha-se a passos largos para a anarquia. Depois disso, só Deus sabe o que poderá acontecer. Ou entramos numa espiral de mortes e miséria, ou sobe ao poder um qualquer ditador de esquerda ou direita.

E os sinais mais fortes disto não são a degradação das Finanças (dívida pública, déficit das contas), ou da Economia (falta de competitividade), ou mesmo do Estado Social (desemprego, pobreza). É a degradação da Educação, da Saúde, da Justiça e da Segurança.

No que concerne a esta última, veja-se como diariamente a comunicação “dita” social enxovalha as autoridades, transmitindo imagens, reportagens e notícias parciais, que passam a imagem de uma autoridade que abusa da força e reprime as liberdades.

Nos últimos tempos tivemos o caso dos sindicalistas detidos à porta de S. Bento, o caso do indivíduo da Arrentela que foi detido e acabou no hospital, o caso dos adeptos do Sporting em Alvalade, ou o caso do recluso de Paços de Ferreira.

Mas alguém de bom senso acredita mesmo no que passam os média? Que os polícias são um bando de mentecaptos que batem na população por puro prazer? Ou será que os mentecaptos são os desordeiros, criminosos, e membros de claques de futebol?

A mim – que me tenho como uma pessoa razoável, com olhos na cara e cabeça para pensar – ninguém me demove da ideia que esses mentecaptos é que ultrapassam os limites da lei, obrigando a polícia a carregar e a efectuar detenções, para repor a ordem.

As autoridades são hoje desrespeitadas principalmente porque a Tutela se demitiu das suas funções, deitando ao abandono milhares de homens e mulheres que juraram dar a vida para defender o próximo, fazer cumprir a lei e manter a ordem.

Desde há uns 20 anos para cá, que o Ministério da Administração Interna não sai em defesa das suas polícias (o mesmo se passa com o Min. da Defesa e os Militares). Para cumprirem o seu dever, as polícias presisam de se sentir também protegidas.

A Segurança é um assunto sério de mais para estar nas mãos de incompetentes, sem capacidade de liderança e que não são respeitados. O Ministro Rui Pereira já deveria ter sido demitido. Aliás, nem devia ter sido nomeado.

Anúncios

2 Responses to Polícias: Abuso ou Défice de autoridade?

  1. Penso que disse tudo, quando õs ministérios não saiem em defesa dos seus elementos, ou não demitem quando o deveriam, para que é que lá estão?? Farto de Show-off, e de manobras politicas, espero nas próximas eleições ver um partido que não os que lá estão…

    • Luis Melo diz:

      É extremamente triste ver que os últimos ministros da Admin Interna destruíram as polícias tirando-lhes não só ordenados e regalias, mas também a autoridade.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: