O óbvio no caso Bernardo Bairrão

É mais do que evidente que o Governo iria e irá negar a investigação dos Serviços Secretos a Bernardo Bairrão. E obviamente faz muito bem. Afinal de contas trata-se de uma investigação secreta levado a cabo pelos Serviços Secretos. Naturalmente é para manter secreto, no matter what.

Bernardo Bairrão fez o que obviamente se esperava que fizesse. Como bom “tuga” que é pediu que o relatório dos Serviços Secretos fosse tornado público. Sabendo perfeitamente que isso nunca irá acontecer. Mas com esse pedido quer fazer crer que não tinha medo do que lá está escrito e tenta sair bem na fotografia.

Disto, podemos todos tirar uma conclusão, também ela óbvia. Bernardo Bairrão não tinha categoria para ocupar um lugar no Governo de Portugal. Não só pelo que supostamente diz o relatório, mas também por esta reacção. Revela falta de carácter e desonestidade intelectual.

Anúncios

2 Responses to O óbvio no caso Bernardo Bairrão

  1. cefaria diz:

    Não gosto do último parágrafo, parece que quando alguém não entrou para a atual elenco governativo automaticamente é-lhe retirado um rótulo de pertencer aos melhores.
    Penso que a entrada ou saída não deve estar indexada a um rótulo imediato de qualidade ou falta desta à pessoas.

    • Luis Melo diz:

      Caro cefaria, equivocou-se. Eu não disse que ele era mau porque acabou por não integrar o governo. O que eu quis dizer foi que ele acabou por provar (com a sua atitude desonesta) que não tinha qualidade para integrar um governo. Abraço

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: