Líbia e os imbecis portugueses

Gostava que as TVs passassem novamente as imagens de uma célebre manifestação que decorreu há uns tempos atrás em Lisboa. Eram uns imbecis portugueses que se manifestavam a favor do regime de Kadahfi e contra os ataques da NATO.

Não. Não queria ver quem foram os manifestantes e marca-los de alguma maneira. Queria apenas que eles se vissem a si próprios e pudessem agora – depois das atrocidades que o ditador, os seus filhos e as suas tropas têm feito – envergonhar-se.

Anúncios

9 Responses to Líbia e os imbecis portugueses

  1. Eu, talvez acrescentasse também: uma retrospectiva da recepção, da visita, das mordomias e da inenarrável tenda.

    Tudo bem regado pela bacoca bajulice do Tuga a esse fascista..

    Foi um País de joelhos a mando do famoso Socrates e seus amigos…

  2. esmeralda antas diz:

    E não só! O Chavez igualmente! Quando mostraram as fotos em casa de Kadaphi estava sempre à espera de ver a dele com Sócrates. E atenção ao Brasil! O país irmão (!). E emergente, não é? Os ministros da senhora Dilma estão a cair como tordos. A Professora universitária do ISCSP foi repatriada por não ter reais. O Presidente do Senado Sarney usou helicóptero policial para ir passear à sua ilha particular! Fantásticos países e dirigentes!

  3. Catia diz:

    Lendo os dois comentários anteriores e do autor do blogue até parece que só os lideres de esquerda prestaram vassalagem ao ditador Kadafi. Esqueceram do Berlusconi e do Aznar. Vamos ver se o Dr Passos Coelho não vai negociar com o Hugo Chaves tendo em conta milhares de emigrantes nossos que vivem na Venezuela. Hugo Chaves ainda não perdeu as eleições presidências tal como o Dr Alberto João Jardim. Vamos ver se é desta que a oposição tanto na Madeira como na Venezuela vão conseguir enquanto estiverem vivos. Porque ao que parece para ganhar querem que ambos morrem.

    • Luis Melo diz:

      Cara Catia Carina,

      1. Berlusconi? Aznar? Com o mal dos outros posso eu bem. Que me interessa que Itália, Espanha ou outros prestem vassalagem a ditadores? Estou preocupado é com Portugal.

      2. Há de dizer-me em que é que os supostos negócios entre Sócrates e Chávez (supostos porque alguns não passaram do anúncio, como o do barco que estava nos estaleiros de Viana) beneficiou os emigrantes portugueses na Venezuela.

      3. Comparar Alberto João Jardim a Kadahfi não é só leviano… é imbecil, descabido e estúpido. Alberto João Jardim, que se saiba, não matou, chacinou, quimou, dizimou as pessoas do próprio país. Aliás, que se saiba, a Madeira ainda não tem exército, quanto mais às ordens de AJJ.

  4. Catia diz:

    Meu caro Luis Melo para que fique claro Kadafi é um tirano e ponto final. Só lamento que o Ocidente lhe tenha prestado vassalagem ao Kadafi. Enfim a tal realpolitik como bem sabes. Não comparei o kadafi com o JJ da Madeira. Caramba onde é que foi buscar isso. Em que passagem do texto é que isto está. Comparei sim o H Chaves com o Alberto João Jardim em termos populismo a esquerda e a direita. Parecem irmãos gémeos. Quanto ao negócio. Houve aqui acolá alguns incumprimentos por parte do Chavez mas consta que ele comprou os Magalhães. Alguns querem nos fazer acreditar que só o Sócrates seria capaz de negociar com Chaves, kadafi ou Jose Eduardo dos Santos. Mas será que actual primeiro ministro (PPC) vai cortar relações com Chavez? Veremos.
    Quer queiramos quer não a Venezuela é um país rico e não esta em Bancarrota rota e Portugal tem de defender os seus interesses sobretudo porque temos lá os nossos imigrantes. Temos de procurar outros mercados (África e América Latina e Ásia) para exportar para negociar pois a Alemanha a Finlândia e a Europa não quer mais saber de nós.

    • Luis Melo diz:

      Cara Catia Carina,

      1. Ficou por explicar em que é que os supostos negócios entre Sócrates e Chávez beneficiaram os emigrantes portugueses na Venezuela.
      2. Não foi um negócio “aqui e acolá” que falhou. Chávez veio cá e disse que comprava tudo e mais alguma coisa. Não comprou nada. Falhou todos os negócios, excepto o dos Magalhães (para fazer aquela figura de o atirar para cima da secretária).
      3. Que se saiba, Alberto João Jardim ainda não manda prender, espancar ou matar os líderes da oposição no seu arquipélago. Chávez já o fez. Não estou a ver a semelhança.
      4. Repare que Sócrates não negociou com nenhum líder em condições. Só com ditadores (os que refere no seu comentário). Foi por acaso? Não foi. É que Sócrates não tinha crédito para negociar com ninguém sério.
      5. Portugal tem de defender os seus interesses, mas não é a qualquer custo. Muito menos vender-se a assassinos como Kadahfi. O que diriam se fosse Hitler vivo e o PM de Portugal negociasse com ele?

  5. Catia diz:

    Caro Luis Melo desde que o governo português mantenha boas relações com a Venezuela só por si é um grande benefício aos emigrantes. Ou não? Tente informar sobre a Venezuela não pelos órgãos de comunicação social muito deles com donos hostis a Chavez. Sei que ainda me vai acusar de comunista o que não sou de todo. Procuro ver com imparcialidade o que se passa este mundo fora. Há meios de comunicação sérios nenhuma duvida quanto a isso mas os há também tendenciosos.
    Não estou aqui para defender o Chaves nem o seu modelo de sociedade. Sou pela social-democracia ou pelo socialismo democrático. Mas ele mandou matar e prender dirigentes políticos de oposição? Quem são esses dirigentes presos e mortos? Luis pode me dizer o nome de um deles pelo menos? O que sei é que o homem (eleito democraticamente) foi objecto de um golpe de estado. Uma situação semelhante num país ocidental democrático os golpista seriam presos como foi o caso. E se fosse no Paquistão ou na Arábia Saudita o nosso aliado seriam todos fuzilados.
    Acredito que o excesso da linguagem de Chavez pode provocar um descontrolo nos seus apoiantes impingindo violência nos opositores. E o contrário também pode acontecer.
    Quanto a Madeira meu caro o clima a linguagem e a chantagem do senhor Jardim da Madeira não é muito diferente do Chavez. Então não viste os dirigentes da PND serem agredidos?
    Um dos dirigentes do PS agredido na festa do mercado da ilha também desconhece esse facto? Alem dos insultos que a nós continentais nos dirige chamando-nos de cubanos nós que pagamos com os nossos impostos ao seu regabofe.
    Ele que não reconhece ao nosso presidente chama-lhe o senhor Silva. Fico satisfeito saber que alguns dirigentes do PSD como Dr Marcelo Rebelo de Sousa distanciam das atitudes de senhor JJ da Madeira.
    Eu que não conheci Francisco Sa Carneiro e que dizem que tinha um pensamento para o país fico chocado quando vejo JJ dizer que a Madeira é o um projecto sá-carneirista. Será mesmo isso que o Sa Carneiro desejava para o país? Não creio.
    Cumprimentos

  6. Catia diz:

    O luís vou tratar-te por tu ok. Sabes tenho andado muito ocupado por isso a demora em responder-te. Vou aproveitar o tempo que disponho agora (Fim de Semana que bom) e responder a tua última mensagem enviada. Lamento decepcionar-te e sem querer considerar o H Chavez um anjo que não é. Mas os sites que me enviou são de fontes de informação que não tem qualquer credibilidade não fosse eles todos anti-chavista.
    É curioso que maior parte deles são de jornais e TVs brasileiros um país em que os níveis de violência são muito semelhantes a Venezuela. Onde também são assassinados juízes jornalistas. O México idem mesmo debaixo de nariz dos EUA. O problema de chaves é ele ser um radical de esquerda mas se ele fosse aliado ao grande mestre USA os órgãos de comunicação ficavam todos caladinhos para sempre amem. Como ficaram calados com a prisão de Julian Assange. E ser radical de esquerda como é o H Chavez qualquer opositor jornalista que morre as ordens só podem ser dadas por ele. Eu até acredito que a linguagem agressiva do Chavez possa criar um clima de violência dos seus apoiantes contra os opositores mas dai dizer que ele mandou matar e prender este ou aquele. Isso sim é ridículo.
    Imagine o que se está a passar no Chile neste momento se fosse a Venezuela caia o Carmo e a trindade. Diriam lá está o ditador Chavez a massacrar os estudantes indefesos”. Bem eu penso pela minha cabeça e não vou na conversa dos medias grande parte dela com credibilidade em baixa.
    Quanto ao fecho de jornais e TVs pelo Chavez. Não há critica? Quem te disse isso. Tens visto a Globovision? Veja este canal de Televisão se não há critica a Chavez. Meu caro se uma TVs ou jornal participa activamente num golpe de estado (como foi o caso de RCTV de Venezuela) incentivando/conspirando para derrubar um governo democraticamente eleito nem quero imaginar o que teria acontecido a esta Tvs num país civilizado da Europa ou EUA. Que o diga de Julian Assange.
    Peço desculpa pelos eventuais erros sintáxicos e/ou ortográficos. Bom fim de semana par ti.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: