Educação: o paradigma mudou na Tutela

Em 2008 eu escrevia: “Exige-se uma mudança na maneira de pensar de todos os intervenientes no processo educativo (Tutela, Professores, Alunos e Encarregados de Educação). É preciso dar à Educação o valor que esta realmente tem na vida de um jovem“.

Parece que finalmente há um dos intervenientes que alterou a sua maneira de pensar: a Tutela, liderada pelo Ministro Nuno Crato. Desde que tomou posse mostra ser uma lufada de ar fresco nas palavras e também nas acções que tem levado a cabo.

É verdade que o Estado tem a obrigação constitucional de proporcionar a todos o acesso à Educação, como forma privilegiada de ingresso numa carreira promissora, e acima de tudo de uma salutar inserção social. Mas é apenas e só isso que diz a lei fundamental.

Não pode ser o Estado a limitar a escolha ou a obrigar as pessoas a seguir certo caminho. Aos pais cabe a função de guiar os filhos (até serem conscientes) nas suas escolhas. Mediante os padrões que cada um tem e para os quais foi educado.

Os nossos filhos merecem ter algo mais do que uma mochila carregada de livros ou um computador. É necessário criar condições que assegurem a todos, o desenvolvimento integral das suas potencialidades, de acordo com os seus desejos e as necessidades comunitárias.

É necessário elevar os níveis de educação e conhecimento, voltar a colocar os patamares de exigência, voltar a dar condições aos professores, remodelar e actualizar algumas escolas, passar á sociedade uma nova cultura de mérito, combater o insucesso escolar.

Tudo isto, aliado ao fim do facilitismo vigente nos últimos anos (que servia para os Governos terem estatísticas agradáveis) poderão definitivamente mudar o rumo das coisas e evitar que se continue a minar a Educação, hipotecando o futuro.

Há muitas medidas que podem ser tomadas para corrigir esta situação. Algumas maiores e outras mais pequenas. Umas mais dolorosas e outras menos. A avaliação dos professores é uma delas. A escolha livre da escola para os filhos é outra.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: