Isto do Carnaval, vai acabar mal

Perante as dificuldades e a aplicação das medidas de austeridade, os portugueses estão sempre a exigir que o exemplo venha de cima. Hoje, o Governo deu várias vezes o exemplo.

O Governo tem dito aos portugueses que é preciso trabalhar mais, e por isso hoje o Governo trabalha e os funcionários públicos (que dele dependem directamente) também.

O Governo tem dito aos portugueses que é preciso ser coerente, e por isso hoje não deu tolerância de ponto, em linha com a medida decidida há dias de retirar alguns feriados.

O Governo tem dito aos portugueses que é preciso reconquistar o crédito internacional, e por isso queria que hoje a Troika não estivesse a trabalhar, enquanto os portugueses andavam a foliar.

Apesar disto, há muita gente contente pelo facto de muitas empresas e portugueses não estarem a trabalhar. Segundo eles isso prova o falhanço e a falta de autoridade do Governo.

Pois para mim só prova que os portugueses ainda não estão bem conscientes do que os espera. E de que as coisas ainda podem (e desta forma vão mesmo) piorar. Continuam irresponsáveis.

Neste país há indicações, directivas, leis (e outras coisas mais) dadas pelos Governos em funções. Há irresponsáveis que não as cumprem, e a culpa é da falta de autoridade do Governo?

Existe uma lei que obriga todos os cidadãos a pagar impostos. Quantos portugueses há que não os pagam? E a culpa é de quem? Do Passos Coelho? Queriam que ele enviasse o exército cobrar?

A desobediência da maioria dos portugueses a esta directiva de não fazer tolerência de ponto no dia de Carnaval só demonstra uma coisa: Para Portugal, as coisas podiam, e vão acabar mal.

Anúncios

2 Responses to Isto do Carnaval, vai acabar mal

  1. cefaria diz:

    Pois… mudar ninguém quer e a moda é resistir para que nada mude, as consequências de persistir nos erros do passado são a crise do presente.
    Mesmo assim insistem…

    • Luis Melo diz:

      Exactamente meu caro. Costumo dizer que o tuga só ouve nas orelhas. O que quer dizer que não ouve com os ouvidos, apenas quando lhe puxam as orelhas. O problema é que nessa altura o sofrimento será maior.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: