A violência como opção/solução política

Desde que Pedro Passos Coelho anunciou mais uma medida de austeridade para os portugueses que vejo nas redes sociais gente – que eu tinha como moderada – a falar em revolução, armas, pancada, etc.

Algumas dessas pessoas são mesmo figuras com influência na opinião pública. Daí eu ter estranhado e ficado surpreendido por proferirem tais afirmações sem perceber que era uma irresponsabilidade.

A coisa piorou quando o PM publicou (a meu ver despropositadamente) uma mensagem no seu Facebook. Rapidamente milhares de insultos, ameaças físicas e de morte foram escritas na caixa de comentários.

Aqueles de que falei e que tinha como gente responsável e de bom senso, rejubilaram e até transcreveram (difundindo nas redes sociais) essas mensagens ignóbeis com insultos e ameaças ao PM.

Como é possível uma pessoa de bem, inteligente, responsável e sensata gostar de ver ameaças físicas e de morte ao PM ou mesmo comentários como: “espero que a sua filha passe fome”.

De imediato condenei estas atitudes. Tanto as ameaças no Facebook do PM como também a sua difusão/aceitação por aqueles que deveriam ser responsáveis mas que, ao invés, deitam gasolina na fogueira.

Negligenciar estas ameaças e apoiar ou aceitar a violência como opção ou solução política é primitivo, imbecil, irresponsável e anti-democrático. Se Portugal seguir por esta via está condenado.

Em nenhum Estado de Direito, em nenhum Estado Democrático isto é aceitável. Portugal perdeu (há muito tempo) os seus valores e agora está a perder a noção e o senso. Mais um passo para o abismo.

Anúncios

9 Responses to A violência como opção/solução política

  1. Ora nem mais.. Concordo totalmente com a opinião avançada..

    Por pura irresponsabilidade de nós todos, o País foi à falência.. Sim, porque esta é que é a verdade ‘sem tirar nem por’..

    E agora, depois de termos vivido muitos e bons anos sem quaisquer preocupações, sempre acima das nossas capacidades, não queremos aceitar que temos que regressar à realidade.

    Ou seja, temos que deixar de pensar que tudo é fácil e que somos todos ricos. Vamos empobrecer, vamos ter que mudar de vida, vamos ter que começar tudo do princípio.. Vai ser duro..

    Por isso, é preocupante ver pessoas com responsabilidades e, principalmente, com culpas no que se passou e ao ponto a que isto chegou, virem em grande gritaria ameaçar com levantamentos populares..

    Lembrem-se que os que mais barulho e mais ventania fazem nestas alturas, ou são os oportunistas irresponsáveis ou são os que se sentem mais ameaçados e que têem receios fundados de puderem vir a ser responsabilizados pelo que fizeram ou deixaram fazer..

    Haja bom senso! O Povo é sereno! Sabe bem que fez asneira e que vai ter de pagar por isso..

    As afirmações públicas de muitos, o que vem nos jornais e nas televisões é na maioria das vezes uma realidade deturpada, com um único objectivo, desestabilizar..

    Preocupem-se em contribuir para a solução e não para o problema..

    E o Governo, pelas decisões que toma, tem a obrigatoriedade de nos dar conta do que está a fazer e de deixar tudo bem explicado..

    Talvez esta seja a grande falha do momento..

    • bernareth vera diz:

      O povo fez asneira???????????????mas dede quando os politicos no governo,deputados,juízes e gestores , que nos tem desgovernado,são o povo????…e o realmente povo, é sereno,mas não é “manso”!!!

  2. Jorge diz:

    O povo é que fez asneira..hehehe esta boa. E vergonha? não sente nenhuma em dizer isso? impressionante

    • Luis Melo diz:

      Quem é que disse que o povo é que fez asneira? Sabe ler caro Jorge?

    • Meu Caro Jorge,

      Pelos vistos não sabe bem o que é democracia.. Em democracia sendo o Povo quem mais ordena.. Quando as coisas correm mal a culpa é toda dele..

      Ou então, e deve ser nessa perspectiva que as minhas palavras devem ser entendidas, deve reflectir e tirar as suas conclusões.. Procurando não voltar a errar..

      O problema é que a maior parte só sabe resmungar e dizer mal.. Quanto a contribuir, intervindo, trabalhando e lutando, está quieto que é muito cansativo e arriscado..

      Por isso, depois não se pode queixar..

      Se considera o meu comentário uma vergonha, então replique com algo que se veja.. Apresente as suas ideias..

  3. Anónimo diz:

    Que tal uma revolução de mentalidades já ultrapassadas,e contraditórias do tugas.E na economia maior produtvidade das empresas,dos trabalhadores,assim poderão ter salários mais altos,os empresários gostam de encomendas,ter menos burocracia para montar uma pequena empresa,para um jovem e desempregados,Asai não acabe com as pequenas médias empresas,tascas, etc.continuar as exportações.DAr importância ao turismo,quer nas cidades, litoral e interior e à agricultura no interior,litoral . cidade,etc ,mar.já se sabe que os comunistas querem estar no governo para fazer revoluções militares.

  4. Anónimo diz:

    O primeiro ministro é que manda,que não ligue a certos grupos de interesse.

  5. Anónimo diz:

    Duas vezes ou três vezes que pedem o FMI e não apredem com os erros o ps e os tugas.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: