À atenção do “Advogado do Diabo”

Na passada 4ª feira, 6 Fevereiro, o PSD Santo Tirso assistiu a mais um lamentável e vergonhoso episódio da sua história recente. Mais uma farsa, mais uma fantochada, num plenário de militantes irregular e ilegal.

Não posso por isso, deixar de aqui defender a minha honra. Há uma semana atrás critiquei aqui a estranha “Convocatória” que recebi por email para este plenário, assinada pelo actual Presidente da Comissão Política.

De imediato fui interpelado pelo vice-Presidente da Comissão Política, Manuel Mirra, que por estes dias se tem dedicado a fazer o papel de “advogado do Diabo”. Dirigiu-se a mim por duas vezes:

duas coisas que quer gostes, quer não gostes, são verdades absolutas e que inquinam todo o teu comentário: 1° como bem sabes mas escondes, um plenário é convocado com 30 dias de antecedência, 2°, o email a que te referes não é uma convocatória mas sim uma divulgação, que, por ser apenas isso, pode ser assinada pelo Presidente da CPC. Mas claro, estas duas verdades não te interessam porque não podias fazer este comentário“.

Eu falei-vos de factos que são, sim, verdades absolutas: o email que recebeste não é uma convocatória mas um anúncio, uma divulgação, e os plenários são convocados com 30 dias de antecedência. Ou não são factos indesmentíveis? São formalismos, é verdade. Mas são factos. E eu apenas quis lembrar que, sendo factos, não podem nem devem ser adulterados“.

Pois caro Manel. Vai-se a ver e não existiu qualquer convocatória do plenário. Nem com 30 dias, nem com 8 dias de antecedência. Muito menos assinada, como devia, pelo Presidente do Plenário João Abreu (que nem sequer esteve presente).

Pergunto-te agora então, caro Manel: Onde é que estão as verdades absolutas? Onde é que estão os factos indesmentíveis? Onde é que estão os formalismos cumpridos? Afinal quem é que adulterou o quê? Quem é que escondeu o quê?

E depois de ter sido submetida à mesa do plenário uma moção para suspender os trabalhos, porque eram irregulares, tu (juntamente com a Comissão Política) votaste contra. Mas que belo jurista me saíste! Estou admiradíssimo!

A única coisa que aqui está inquinada é o teu comportamento, depois de te teres vergado ao lado negro da política. E mais, estando consciente de que eu tinha razão, tiveste o despudor de aqui vir tentar descredibilizar-me.

Repito aqui o que te disse em privado: Esta tua atitude não só me insulta como demonstra uma gigantesca desonestidade intelectual. É um truque baixo usado por politiqueiros da nossa praça com os quais pareces aprender bem.

De resto, percebo o objectivo da CPC. Sabendo que os militantes poderiam aparecer para pedir esclarecimento da (auto)nomeação do Alírio, convocaram um plenário à sucapa, e num dia de semana, para ver se ninguém aparecia.

Anúncios

18 Responses to À atenção do “Advogado do Diabo”

  1. Militante diz:

    Caro Luis, pergunte ao dr Manuel Mirra, porque é que a CPC do PSD de Santo Tirso não quis votar nomes em plenario! Porque motivo a escolha foi feita na propria CPC. De quem foi a ideia…? Se ele for homem , dir-lhe-à.

    • Luis Melo diz:

      Caro Militante,

      Já lhe perguntei e nao obtive resposta. Escudam-se no facto de terem votado secretamente (apenas o nome de Alírio Canceles, que o próprio apresentou á CPC) e de terem proposto o nome á Distrital, conforme ditam os estatutos do partido. Esquecem-se que o activo mais importante do partido sao os militantes, e que a ética e o bom senso obriga a que sejam consultados. Obviamente fizeram tudo nas costas dos militantes e tiveram medo de o submeter a plenário porque sabiam que eles nao aceitariam este candidato,

  2. Militante diz:

    Não Luis, não é isso. Pergunta-lhe quem na CPC era contra votar os nomes em plenario.

    • Um pequeno comentário para o Senhor “Militante”,

      O Senhor intitula-se Militante mas parece saber pouco do que dizem os Estatutos e da forma como funciona o PSD..

      É que os nomes devem mesmo ser propostos e votados na CPC.

      Só depois têm de ser levados a Assembleia e sujeitos a apreciação dos Militantes.. Aí acompanhados por um Programa Eleitoral que, esse sim, tem que merecer a aprovação dos Militantes na Assembleia.

      Digamos que o conceito subjacente é o de que os nomes escolhidos devem resultar de um consenso de tal forma alargado que consigam merecer o acordo da Assembleia.

      Mas, o Programa Eleitoral que nessa altura deverá ser apresentado, esse sim, tem que ser aprovado pela Assembleia.

      Ora, se não for aprovado, fica entendido que os nomes indicados e aprovados pela CPC não merecem a concordância dos Militantes.

      E, das duas uma. Ou os mesmos nomes se apresentam a votos com outro Programa Eleitoral ou a CPC apresenta outros nomes com outro Programa.. E assim sucessivamente..

      Entendido?

      • a! diz:

        Porquê, só propuseram um nome?

      • Luis Melo diz:

        Nao é óbvio? 🙂

      • Militante diz:

        Eu sei . E felizmente que os estatutos são públicos. Se calhar expliquei me foi mal. O que quis dizer foi que na reunião da CPC que serviu para escolher o candidato alguém propôs consultar os militantes em relação aos nomes antes de a cpc deecidir. E nessa reunião houve quem não quisesse…e que por acaso até nem foi o Alirio quem se opôs a essa consulta…

    • A! diz:

      O que sentem os militantes por não serem consultados e daqui a 4 anos vão ser consultados?

  3. a! diz:

    MMirra têm de ler uns livrinhos de código civil e de política e boas maneiras na sua agricultura.

  4. Camila Santos diz:

    Estou confusa…. o Luis disse ter recebido um e-mail a propósito do plenário e depois vem dizer que o mesmo foi marcado à sucapa! Se assim foi, porque motivo se incomadaram em informar o Luis?

    • Luis Melo diz:

      Cara Camila, é muito simples. Os plenários têm de ser convocados com 30 dias de antecedência se electivos, ou 8 dias de antecedência se não electivos. Essa convocatória tem de sair no jornal do partido “Povo Livre” e nos meios de comunicação locais, para que todos os militantes tomem conhecimento. E ela tem de estar assinada pelo presidente do Plenário. Esta é a forma regular e legal de o fazer. Se não for feita, o plenário é irregular.

      De resto, dos cerca de 1000 militantes que tem o PSD de Santo Tirso, haverá muitos que não disponibilizaram o email ao partido, haverá muitos que não têm acesso ao email diariamente, haverá muitos que nem sequer têm email, haverá muitos que nem sequer têm computador ou internet, haverá muitos que (pela idade ou condição) são info-excluídos. E ainda assim, quem nos garante que o email de Alírio Canceles foi enviado para toda a gente? Eu, durante anos não recebi emails, como denunciei aqui, porque não queriam que eu soubesse.

      Entende agora, ou prefere continuar a ser “um cego que não quer ver”?

  5. Camila Santos diz:

    Desculpe mas não respondeu à questão. Porque carga de água se deram ao trabalho de o informar a si e aos Carlos valente, que também disse ter recebido o e-mail com a divulgação do plenário? Se era para ser à sucapa…. ???

    • Luis Melo diz:

      Compreendo que a Camila Santos esteja a economizar na inteligencia, mas nao lhe posso fazer um desenho nesta caixa de comentários. Penso que fui bem claro no comentário anterior.

    • Pela mesma razão que houve quem tenha recebido pelo tal email quando outros houve que receberam por carta.

      Estes são os que uma CPC, mal-intencionada e manipuladora ao bom estilo do ‘Estado Novo’, cirurgicamente sabe que de antemão não iam ler ou sequer ter vontade ou disponibilidade para estarem presentes.

      É que o Senhor “Camila Santos” julga que andamos todos a ‘dormir na forma’ e não temos a idade e o discernimento suficientes para conhecermos os métodos de controlo ‘pidescos’ que gente sem escrúpulos sempre usa para atingir os seus objectivos pouco transparentes.

    • Só mais uma achega! Para que o Senhor “Camila Santos” não julgue que nos come a todos por parvos.

      Quando uma convocatória não é abertamente divulgada nos locais públicos conhecidos e reconhecidos para tal. E se apresenta de uma forma esquiva escondida atrás de subterfúgios pouco claros. Não é de espantar que provoque interrogações e suspeições.

      Quando depois, colocadas as questões directamente, não se obtém respostas frontais e explicações sustentadas do porquê dos métodos usados. Mas tão só desvios de conversa e contra ataques sem nexo.

      Está tudo dito! Só não vê ou não compreende quem não quer!

      • Militante diz:

        A proposito disso…da ilegalidade da assembleia, vao deixar ficar por aqui e mais uma vez deixa-se passar ou alguem vai apresentar queixa nos orgaos proprios do partido? Ja agora, o que acha o Passos Coelho de ter um candidato com termo de identidade e residencia em Santo Tirso? Ele sabera dessa situacao? Era altura de uma cartinha dos militantes …

      • Meu Caro Senhor Militante,

        Sabe que o problema não é o ter sido legal ou ilegal. Infelizmente, atitudes destas são uma constante no nosso dia-a-dia quando temos mentes destorcidas pela frente. Entrarmos por aí nada resolvia. O que apenas conseguiríamos eram mais ‘achas para a fogueira’. Até porque, tal como queriam os mandantes, por artes de mágica, com uma simples votação de duas dúzias de ‘camaradas’ ela se tornou legal do dia para a noite.

        Ainda não entendeu que a forma selectiva como foi feito o anúncio aos militantes é bem elucidativa e cria condições para poder ser considerada legal? Uns foram convocados de uma forma, outros de outra. Tudo nebuloso. Explicações não foram dadas. Factos são factos. Etc..

        O importante, isso sim, é: confrontar e denunciar, divulgar e trazer para a praça pública, conseguir manter um combate cerrado a este tipo de comportamentos. Mostrar à exaustão o tipo de gente que temos pela frente. Os tais que se arrogam no direito de fazer o que querem e de falar em nome de todos.

        Desprezando as mais elementares regras de relacionamento democrático e institucional. Comprometendo e destruindo tudo à passagem. Com a única preocupação de usar o poder em proveito próprio. Pouco preocupados com o que pensa a ‘populaça’.

        Pode estar certo que este é que deve ser a nossa preocupação e a nossa obrigação. Os princípios e valores, convicções e ideais que nos unem, podem sofrer, mas virão sempre ao de cima.

  6. *.. diz:

    Senhor militante, o candidato pode ter termo de identidade e residência em Santo Tirso.Até é o mais adequado.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: