O lastro do 25 de Abril

Mário Soares, Manuel Alegre, Cavaco Silva, Jorge Sampaio, Jerónimo de Sousa, Freitas do Amaral, Adriano Moreira, Basílio Horta, Carlos Carvalhas, Gomes Canotilho, Jorge Miranda, Vital Moreira, Otelo Saraiva de Carvalho, João Proença, Carvalho da Silva, entre muitos outros que o país não se cansa de ouvir.

Grândola Vila Morena, Cravos, Constituição da República Portuguesa, Sindicatos de Trabalhadores, Direitos Adquiridos, ADSE, Subsídios, Apoios, Reformas, Pensões, Estado Social, Empresas Públicas, entre muitas outras de que o país parece não querer abdicar.

A “Revolução dos Cravos” já foi há quase 40 anos, mas Portugal continua a ter um gigantesco lastro de Abril, que nos impede de andar para a frente. Uma âncora enorme e bem enterrada. Umas amarras do passado que não nos permitem conquistar o futuro.

Parafraseando um amigo. Num país em que não se celebra a conquista da independência (1128) e em que se deixou de celebrar a sua reconquista (1640), que sentido faz continuar agarrado àquilo que foi apenas uma saudável mudança de regime, e que é agora, claramente, uma pedra na engrenagem?

Anúncios

16 Responses to O lastro do 25 de Abril

  1. A! diz:

    Mesmo que o País esteja em mudança os comunistas e os verdes bloquistas continuam a dizer que o País esta numa tragédia,querem viver à custa de subsídios e no mamanço.Concordo com a reforma das pessoas.

  2. A! diz:

    As pessoas podiam utilizar os subsídios desemprego e rendimento de inserção e criar o seu próprio emprego.

    • artur diz:

      deves de ser de outro planeta,repara bem quem mais mama em Portugal,e depois vê se tens coragem de dizer o mesmo.O país está em mudança?Entre o antes 25 de abril e o pós 25 de abril a unica mudança em portugal foram as moscas,porque a m……..pouco mudou.

    • A! diz:

      As pessoas podiam ir para agricultura ,existe muitos campos parados.

    • A! diz:

      Concordam com o corte de reformas xorudas?

    • A! diz:

      Concordam com rendas antigas de 25 euros e 10 euros?Os inquilinos e os senhorios têm de cumprir as novas leis.

    • A! diz:

      cONTINUAR A REDUZIR A DESPESA DO ESTADO,E CONTINUAR AS EXPORTAÇÕES PARA PAÍSES FORA DA EUROPA.

    • A! diz:

      Concordam dar importância ao turismo?

    • A! diz:

      Pode usar o subsídio de desemprego para criar o seu próprio emprego,as prestações a que tem direito pode ser pago na totalidade ao parcialmente no centro de emprego,se apresentar um projecto de criação do próprio emprego,pode ser um serviço ou produto inovador ou novo na região,ter cuidado com a localização, se for uma loja ou café,tem de estar numa rua movimentada.O instituto de emprego e da formação profissional dará resposta no prazo de 60 dias úteis.Durante o processo pode pedir-lhe documentação (facturas,contratos).Caso o projecto seja aceite,a segurança social pagar-lhe-à,por cheque ou transferência bancária,o montante devido.Têm obrigação de manter o posto de trabalho criado por um mínimo de quatro anos e executar o projecto nos prazos que definiu quando se candidatou.Se precisar mais capital, o IEFP dispõe de linhas de crédito com garantia e juros bonificados.Para mais informações vá ao centro de emprego.

    • A! diz:

      Acabar com a burocracia para o investimento das pessoas e investimento estrangeiro?

    • A! diz:

      A reforma do estado social ?

  3. Mais uma interessante reflexão sobre a realidade actual e o enquadramento que a constrange.

    Quanto a mim penso que é assim, de forma provocadora, incisiva e sem quaisquer receios, que se devem por em causa os ‘tabus’ que nos vêm manietando às claras. Esta é a única forma de os combater.

    Podemos não concordar na totalidade ou considerar que é uma forma algo simplista de analisar uma problemática complexa. Mas, ninguém o pode negar, trás para cima da mesa um bom exemplo da forma como ainda se pensa e faz política no nosso País.

    Talvez abane algumas consciências e nos obrigue a pensar um pouco sobre as vergonhas por que passamos, quando continuamos a ser condicionados por gente que pertence ao passado, que continua a dizer e a pensar como há 40 anos, mas que insiste em “ não nos desamparar a loja”!

    E, pior do que tudo, parece ter discípulos fervorosos em alguns dos nossos políticos mais jovens..

    Precisamos de uma nova revolução, mas agora de consciências e de actores..

  4. PERIGO diz:

    Ontem o Relvas a cantar Grândola com os manifestantes comunistas no debate dos pensadores em Gaia,foi um espetáculo. .Comunistas também puseram um vírus NO facebook Do Camilo Lourenço.

  5. oi... diz:

    Não concordo cantar a grandola aos gritos e quase querem bater.As pessoas deviam procurar soluções por iniciativa delas próprias,como emprego etc.

  6. Anónimo diz:

    Há funcionários públicos a mais.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: