PSD Santo Tirso e o “Tiro ao Zé Pedro Miranda”

A poeira das eleições Autárquicas 2013 assentou. E as memórias (sempre curtas e selectivas) já se apagaram – ou pelo menos assim pensam os dirigentes do PSD Santo Tirso.

Dessa forma, e tal como eu tinha previsto, está na hora de o PSD Santo Tirso começar a tratar das eleições internas, que aliás já deviam ter tido lugar há muito tempo.

Claro que, como previsto, os responsáveis pela desgraça do partido nos últimos anos e nas últimas eleições se apresentam novamente, sem qualquer tipo de pudor.

Tal como escrevi, quem se afigura para assumir a presidência é Andreia Neto. Que apesar de continuar deputada em Lisboa, já arranjou afinal tempo para a concelhia.

Com Andreia Neto devem continuar os mesmos do costume: Alírio Canceles, José Manuel Machado, Manuel Mirra, Rui Baptista, e outros que tais. Sem qualquer pejo.

Mas e se aparecesse outra candidatura? Será que aquela comandita corria o risco de ser afastada? Éh lá… eles não podem correr esse risco. A política é o pão nosso.

Vai daí, e antes que alguém se lembre de apresentar candidatura, toca a atacar os eventuais concorrentes. Quem poderia ser? Logo à cabeça, Zé Pedro Miranda.

No jornal Notícias de Santo Tirso, o PSD pela mão de Alírio Canceles, faz publicar uma carta aos militantes com a única intenção de atacar, pessoalmente, Zé Pedro Miranda.

Acusa-o de ter tido todo “o tempo, as condições e o apoio incondicional do PSD de Santo Tirso” bem como de “liberdade total para escolher a equipa com quem pretendia trabalhar”.

E diz também que apesar disso, e de a “freguesia de Santo Tirso ter o dobro dos eleitores das restantes” freguesias da união, Zé Pedro Miranda perdeu as eleições.

Ou seja, com uma subtileza muito pouco subtil, tenta insinuar que Zé Pedro Miranda perdeu as eleições por pura incapacidade pessoal, já que tudo o resto estava lá.

Mais à frente acusa Zé Pedro Miranda de querer ser um “militante de primeira” apenas por este ter dito que não teria de gostado de saber da candidatura de Alírio pelos jornais.

O pé na cabeça vem ainda mais declarado no último parágrafo “O PSD não ganhou a câmara e perdeu a sua principal junta de freguesia. O PS manteve a câmara e recuperou a junta de Santo Tirso. Isto é que fica para a história!

Já hoje foi a vez de Carlos Pacheco. Ele que, como também já aqui escrevi, tem vindo a tentar demarcar-se da actual Comissão Política para arranjar espaço para se candidatar.

Claro que Zé Pedro Miranda seria um grande entrave à sua estratégia, pelo que também convém navegar esta onda e atacar o mítico, querido e respeitado militante do PSD.

Vai daí, como quem não quer a coisa, escreveu no Facebook a dar os parabéns ao “amigo Jorge Gomes” dizendo que “É de gente trabalhadora que o nosso concelho precisa”.

E aproveita para dar outra tacada em Zé Pedro Miranda: “Admito que ao ver os resultados eleitorais fiquei surpreendido, no entanto, depois de acompanhar o trabalho do Jorge nos últimos meses, aliado ao que li na entrevista do candidato derrotado do PSD, facilmente percebi o referido resultado!”.

Faltam-me adjectivos para qualificar esta súcia que dirige o PSD Santo Tirso. É uma gente sem vergonha, sem moral e sem valores. Vil, infame e egoísta.

Até há bem pouco tempo, quando Zé Pedro Miranda era presidente da maior Junta de Freguesia do concelho, e um dos militantes mais considerados, eram todos amigos e sorrisos.

Agora que perdeu as eleições (quanto a mim, não só mas também por ter escolhido andar ao lado desta gente) já lhe cospe em cima, com medo que ele apareça a tirar-lhes o lugar.

11 respostas a PSD Santo Tirso e o “Tiro ao Zé Pedro Miranda”

  1. Eduarda C. diz:

    Sabes Luis, quando li o comentário do Carlos Pacheco no FB pensei “que despropósito”! Não percebi o timing para aquele comentário. Pelo que sei a entrevista que o Zé Pedro deu já foi há algum tempo. Como não tive oportunidade de ler, não posso comentar. Seja como for, é absurdo ser-se tão mal agradecido com as pessoas e só as valorizar quando e porque ganham alguma coisa para o partido! Mas cansa-me tanta mesquinhez! E no fim, até “somos todos amigos”!!

    • Luis Melo diz:

      Pois cara Eduarda… Nao foi a despropósito. Foi bem a propósito. Vem aí as eleicoes internas e portanto toca de atacar desde já os eventuais interessados. Que na realidade até podem estar a anos luz de pensar em candidatar-se, mas esta gente pequenina está sempre cheia de medo que lhes tirem o lugar.

  2. diz:

    Neste post, não posso deixar de em parte concordar com quem o escreveu, mais, à custa de tal “status quo” e “baixa política”, somada a mais esta estranha vontade em rebaixar o Dr. José Pedro Miranda, sei de alguns militantes que deixaram de o ser, mal a meu ver, não deixam de ter no entanto o meu respeito / compreensão, uma vez que não se reverem mais neste partido em geral, um dos quais até, ao que parece e confirmando-se, muito, muito próximo do José Pedro Miranda, coincidências?

  3. Joaquim Pinto diz:

    Porque acho este texto uma delicia já anteriormente o partilhei e não resisto em voltar a fazê-lo. Meus caros, se alguém deu um tiro no próprio pé, foi o José Pedro Miranda! Isto de dizer “na minha freguesia eu ganhei”, mais não é do que dizer que os culpados foram os representantes das outras freguesias! A entrevista é pobre em termos de conteúdo e de linguagem. Se dúvidas existissem sobre as qualidades intelectuais, politicas e de caracter do José Pedro Miranda, a entrevista ao Noticias de Santo Tirso, dissipa-as! Tratar como “mítico”, “querido” e “respeitado militantes do PSD”, o José Pedro Miranda, mais não é do que um exercício de pura fantasia!

    “A entrevista de Zé Pedro Miranda ao Jornal “notícias de Santo Tirso” fez-me recordar o início da carreira política do Tino de Rans. Com uma diferença significativa: O Tino afirmou-se, já o Zé Pedro, elegeu-se como o “COITADINHO”.
    Coitadinho, porque não queria ser candidato à junta de Santo Tirso, S. Cristina do Couto, S. Miguel o Couto e Burgães, foi empurrado pelas tenebrosas forças do mal. O rapaz só foi candidato porque pensou com o coração e não com a cabeça/razão. “O desafio era difícil” desabafou! Não estava preparado para altos voos, dedução minha!
    Coitadinho, com a emoção de ganhar por mês cerca de 2.100 euros, (remuneração do presidente da junta a tempo inteiro), não conseguiu pensar, ou melhor, raciocinar e vai daí… arriscou!?
    Coitadinho, porque as ditas forças do mal não o “CONVIDARAM” para ser candidato à câmara. Se o tivessem feito, o CORAÇÃO falaria mais alto (outra vez o coração…)! É certo que não se pronunciou sobre a exigência do desafio (depreende-se que tenha pensado que com ele eram favas contadas, digo eu!).
    Coitadinho, porque afinal sempre quer voar (…a nível profissional e familiar…) e não está de momento disponível para novos desafios, leia-se voos (agora já ouviu a voz da razão). Quem sabe mais tarde…. pode ser que….valha-meu Deus!
    Coitadinho, porque é um incompreendido (vejam lá… ganhou a junta de freguesia de Santo Tirso, onde era presidente e onde o PSD ganha desde 2001, com mais votos do que os conquistados por ele, é verdade, mas…). Os “malandros” eleitores das freguesias de S. Cristina do Couto, S. Miguel e Burgães, é que são “socialistas” porque se fossem do PSD, ele teria ganho, com toda certeza! Coitadinho…..
    Coitadinho, porque só agora é que descobriu que afinal o ex-presidente da câmara descriminou a freguesia que ele liderou durante 4 anos (nunca se ouviu uma palavra a este respeito). Mais vale tarde do que nunca!
    Coitadinho, porque foi derrotado por um individuo “MENOR” na escala social (quem é Jorge Gomes para se atrever a enfrentar José Pedro Moreda de Miranda, quem é, quem é?).
    Coitadinho, porque nesta entrevista perdeu uma grande oportunidade de mostrar aos Tirsenses que estava à altura do cargo a que se candidatou, e já agora evidenciar a qualidade, que alguns dos seus amigos, achavam que ele tinha. Disse achava! Depois desta entrevista fico com sérias dúvidas?? Zé não poderias ter pregado esta partida aos teus amigos… e agora? com que cara é que eles vão dizer que és o melhor do mundo e arredores?
    Coitadinho? porque SIM! Porque ao assumir esta postura pareceu-lhe mais fácil fugir às suas responsabilidades. Enfim… este é o verdadeiro, genuíno e velho Zé Pedro Moreda de Miranda”

  4. Eduarda C. diz:

    O Sr. Joaquim Pinto deve conhecer o José Pedro Miranda melhor do que ele próprio. É que consegue traduzir os meandros dos seus pensamentos, sabe dos seus planos elaborados, as ambições económicas, as suas batalhas interiores, os seus complexos (de superioridade ou inferioridade, nem dá para perceber bem!!) e é sempre a “subir”! Deve ser um amigo “daqueles”!!! Daqueles que estão perto, para na primeira adversidade, estender o braço… mas a bradir a espada!! Lamentável… só mesmo quem desconhece de todo a pessoa do José Pedro pode falar com tamanho descaramento e fazer “julgamentos de carácter” do teor que faz aqui!! Perdoa-se, porque não sabe o que faz…

  5. Joaquim Pinto diz:

    Sugestão: Leia a entrevista do José Pedro Miranda e partilhara da minha opinião! Sinceramente…tenho dificuldade em perceber como pode a Eduarda defender (só mesmo por miopia) o José Pedro Miranda. O Carlos Pacheco até foi muito brando com o José Pedro. Depois do que li… esperava mais!

    PS: O texto não é da minha autoria mas temos que concordar que assente que nem uma luva.

    • Eduarda C. diz:

      Assim que tiver oportunidade, irei ler.
      Mas, não queira pensar por mim, e muito menos julgar por mim! Não me conhece e eu não me reconheço em nenhuma das suas opiniões.
      Infelizmente sofro de miopia! Mas posso garantir-lhe que essa adversidade nunca me trouxe problemas de discernimento de valores!
      Não percebi que texto não é de sua autoria!

  6. Anonimo diz:

    Mesmo que fosse um criminoso os socialistas votavam nele.

  7. Arlindo Cancelas diz:

    A verdade é que o Zé Pedro nem é carne nem é peixe… é conforme o “pedido”, transforma-se, anda ao sabor do vento e por isso é que perdeu a Junta. Aliás a Junta de Santo Tirso na realidade era gerida pelo Mirra, Peixoto e Malheiro… Zé Pedro acho que só lá ia receber ou nem isso! era por transferência, acho que o Mirra fez o favor de levar o Nib ou mandou-o por mensagem no facebook.
    O Zé Pedro só aparecia lá para os “eventos de fotografia” das redes sociais, quem é de Santo Tirso sabe disso e daí o slogan de campanha do PS “União SEMPRE PRESENTE”!
    Ele ganhou em Santo Tirso é verdade, mas foi também como se diz “à rasquinha”, mais um bocadinho e perdia também em Santo Tirso.

    • Anonimo diz:

      POIS o Zé pedro recebia metade do salário , estava lá metade do tempo.E o jorge gomes não procurou emprego noutro lado arranjou este à custa dos seus padrinhos .Mais um burro cancelas a comer palha.

  8. Sr Alfredo diz:

    O Sr Carlos Pacheco é daqueles que tenta passar pelos pingos da chuva. Claro que apenas esperou pelo timing correto para lançar a sua farpa a JPM.Aliás, estou à espera que faça o mesmo ao ex presidente de S.Martinho, para ficar bem na fotografia. .Isto é mesmo característico dos fracos de espírito, daqueles que se escondem atrás da cortinas à espera da oportunidade. Ora vejamos: aquando das eleições, vem logo dar os parabéns ao PS e fazer questão de dizer que tem bons amigos no partido. Tem é que começar por dizer quais são, e não escolhê-los à medida, se não vai daí afinal é toda a gente de todo o espectro político tirsense , porque amigos do facebook não falta muito boa gente a tê-los às carradas, ao limite dos 5.000! Portanto, vai daí, agora mais uma homenagem ao “seu amigo” Jorge, que “tendo acompanhado o seu trabalho nos últimos meses não lhe causa nenhuma surpresa”. Admito que até fique na dúvida se Carlos Pacheco fazia parte do executivo da freguesia de Santo Tirso….qual o engano.. Isto realmente revela MUITO do que esperar do PSD e dos seus “protagonistas”. Os mesmos dos costumes, os compadres dos costume, até ao dia em que se estale o verniz, e vai daí vão ser só virgens ofendidas.Quero ver as homenagens deferidas ao PS nessa altura,quando quiserem ocupar um lugar de destaque no partido, sim porque é uma questão de tempo. Empurra um, desvia outro e no final também se “assume” numa lógica do, agora comes tu agora como eu. Espero é que dê para toda a gente, qual fartote de lugares e posições.No entanto, uma coisa é garantida, Carlos Pacheco não se candidata coisa nenhuma, pelo menos até alguém lhe dizer para se “assumir”, e isto só poderá vir de Alirio. É novo, tem tempo. Só que tem dois problemas pela frente: Alírio que não desgruda e abre-lhe o espaço, e Andreia Neto que é a preferida deste último. Não vejo portanto vida fácil para este nosso amigo, e o segundo plano será com certeza o único lugar que ocupará no PSD Santo Tirso,num saltimbanco entre a carreira de Vereador e um lugar na CPC.A não ser que descubra que afinal tem mais amigos no PS que no PSD e às tantas ainda dê um saltinho ao outro lado, vai daí as suas amizades lhe serem mais frutíferas .É de facto uma escroque na sua essência. Vida fácil não terá José Pedro Miranda. É que não o estou a ver combater o “status quo” vigente.Nesta história não há messias, e mesmo que houvesse, já todos lhe estão a fazer uma cama de palha.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: