LOL-petegui ou Flop-etegui

A Julen Lopetegui ainda dei mais tempo e benefício da dúvida do que a Vitor Pereira ou Paulo Fonseca. A estes, bastou-me 2 meses para ver o que (não) valiam. Ao espanhol ainda dei mais 1 ou 2 meses, mas cheguei à mesma conclusão. Não serve para treinador do meu FC Porto.

Imagino que os portistas cegos e otários – aqueles que sofrem de clubite aguda – irão fazer o mesmo que fizeram até hoje. Ou seja, defendê-lo com unhas e dentes, até que o senil Presidente tome a decisão (livre ou forçada pela restande direcção) de prescindir dos serviços do treinador.

Foi isso que fizeram com Vitor Pereira e com Paulo Fonseca. Porque essa estirpe de portista não tem opinião própria. É como um extremista religioso. Não questiona o que o papa, o caliph ou o imam dizem. É um rebanho de carneiros que vai atrás do pastor de olhos fechados.

O resultado é simples. Mais uma época – Deus queira que seja só uma, já que com os outros dois foram duas penosas épocas com cada um – em que a equipa fará exibições sofríveis, e em que os títulos serão escassos. Isto, apesar da enormíssima qualidade individual do plantel.

Uma pena…

2 respostas a LOL-petegui ou Flop-etegui

  1. Portista diz:

    O Pinto da Costa não contratou o Marco Silva no meio da época do ano passado,vê-se o resultado ,fez mal, tótó,agora resta ao Porto a liga dos campeões e o campeonato 2015.O Victor Pereira estava bem na selecção portuguesa.

  2. Xico Faria diz:

    Caro Luís, uma correcção: o Paulo Fonseca só esteve um ano, aliás nem isso, e ainda assim tempo demais.
    Quanto ao Vítor Pereira, apesar de inapto do ponto de vista comunicacional, foi bicampeão nacional e perdeu uma supertaça europeia para o Barcelona, muito e deliberadamente prejudicado pela arbitragem, e sem contar com o Falcão, que estava de birra para sair.
    Tinhamos com o Vítor Pereira um futebol que pode não agradar a todos, especialmente aos que gostam de jogos abertos e elogiam muito o tipo de jogo do Banfica, mas que a mim satisfazia – domínio da posse, poucos espaços consentidos, pressão alta.
    Este ano, vejo no Lopetegui ( é esse o nome🙂 ) qualidades de líder, e não acho a rotatividade errada. O modelo de jogo, baseado na posse tb é do meu agrado. Falta-lhe perceber que muitas vezes é preciso garantir estabilidade (no meio campo, com 3 médios) antes de se poder arriscar, especialmente nos jogos contra equipas de mais valor (Estoril/Sporting)
    Espero que corrija rapidamente esse ponto, via muito a tempo de fazer uma grande época, e terminar campeão como é nosso desejo.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: