António Costa preparado para ser PM

30/11/2014

Ao pequeno almoço liguei a RTP Informação para saber as novidades do congresso socialista, e deparo-me com o habitual painel de comentadores políticos.

Segundo alguns desses comentadores António Costa provou neste congresso que está preparado para liderar o PS e levar o partido novamente ao Governo de Portugal. Porquê? Duas razões essenciais:

a) Conseguiu fazer com que ninguém proferisse o nome de José Sócrates, dentro da sala do congresso ou para a comunicação “dita” social. Mesmo Mário Soares e Manuel Alegre, que têm estatuto para dizerem o que quiserem, e normalmente dizem o que lhes vem à cabeça.

b) Apesar de saber que quando chegar ao Governo (se lá chegar), a mesma realidade que tramou o seu colega Hollande vai obrigá-lo a entender-se com os partidos “ditos” do centro-direita (PSD e CDS), conseguiu disfarçar bem o discurso e as acções, para captar o eleitorado à esquerda.

Concordo com os comentadores. Costa está preparado para ser Primeiro-Ministro de Portugal. Tem tudo o que é necessário… passa uma esponja pelo passado (o seu e o do PS), mostra autoritarismo (qual ditadorzinho a silenciar o incómodo), consegue enganar o eleitorado (bem como outros partidos e organizações da sociedade) e está nas graças da comunicação “dita” social de Lesboa.


Mário Soares, por qué no te callas – Parte VI

26/11/2014

Há não muito tempo atrás, Mário Soares fez questão de visitar Isaltino Morais. Nas suas palavras “um grande presidente de câmara” que foi “injustiçado” porque “não fez nada“.

Hoje, Mário Soares fez questão de visitar José Sócrates. Nas suas palavras “um primeiro-ministro exemplar” que está “inocente” e é vítima de uma “cabala política“.

Entretanto, sublinhar dois pormenores:

a) As visitas no Estabelecimento Prisional de Évora são às Terças e Quintas-feiras. Mário Soares visitou Sócrates numa Quarta-feira. Porquê? Porque neste país funciona assim. Há uns que fazem o que quiserem e quando lhes bem aprouver.

b) À saída da visita, Mário Soares – que não conhece o processo nem as acusações (ou será que conhece, bem demais?) – atacou o Juíz e mandou os jornalistas transmitirem a sua opinião. Porquê? Porque neste país uns mandam e os outros obedecem.


Porque acabou o Estoril Open?

19/11/2014

Para quem quiser saber porque é que o Estoril Open acabou…

Ou…

Para quem quiser saber porque é que o Estoril Open durou 25 anos…

IMG_0473.JPG


O tom e a atitude de Pires de Lima

06/11/2014

Vi agora o vídeo e as fotos do Ministro da Economia, Pires de Lima, no debate de hoje no parlamento.

Nao creio que aquele tom de voz (quando falava de António Costa e Lisboa) ou aquelas atitudes (o papelinho PT e Sócrates) sejam dignas de um Ministro, muito menos num debate na Assembleia da República.

Mas se calhar o problema é meu, que ainda acho que os Ministros de um país – mesmo que seja de uma república das bananas – deveriam ser pessoas sérias e dignas. E que o parlamento de um país – mesmo que esteja repleto de gente sem categoria – deveria ser respeitado, quanto mais nao seja por representar o povo e a democracia.


Vitória ao quadrado

01/11/2014

Foram 3. Poderiam ter sido 5 ou 6. Mas até poderia ter sido apenas 1. A verdade é que independentemente do resultado o Vitória SC deu um “baile” ao Sporting CP.

Muitos (principalmente aqueles que percebem de “bola” e não de “futebol”) irão achar que tudo foi um acaso. Eu acho que é resultado de um projecto raro em Portugal.

O Vitória SC – principalmente desde que voltou à Liga principal em 2007, e se desamarrou do legado de Pimenta Machado – tem uma mentalidade diferente e, a meu ver, correcta.

Apostou num projecto e num líder, Rui Vitória. Apesar de algumas épocas menos bem conseguidas e possívelmente longe dos objectivos, acreditou e manteve o treinador.

A prova de que é isto que vence, é o facto de o Vitória SC todas as épocas ter meia equipa renovada e continuar em bons níveis. Ou seja, jogadores vão, mas filosofia fica.

Gostava que o Flopetegui… Lolpetegui ou lá o que é… pusesse os olhos no Rui Vitória. Não só na sua capacidade técnica e táctica mas no estilo. Calmo, sereno e discreto.

De resto, uma nota final para a maioria. O clube de futebol fundado em 1922, sediado em Guimarães, e que joga no Estádio D. Afonso Henriques, chama-se “Vitória Sport Clube“, e não “Guimarães


%d bloggers like this: