Portugal Não Pode Esperar

27/11/2016

Creio que Portugal não pode, de facto, esperar. A acção e políticas do Governo liderado por António Costa são demasiado graves. E o rumo que a chamada “geringonça” leva é extremamente preocupante. Ao leme estão os partidos da extrema esquerda (BE e PCP), que navegam à sua vontade enquanto o “comandante” está mais preocupado com a sua própria imagem. Portugal recua para o séx. XX, de que fala o El País.

A alternativa está, sem dúvida, no PSD. Mas num PSD que se quer mais inconformado. Num PSD que se quer fortalecido. Num PSD que se quer mais fresco. Num PSD onde a discussão política é, sempre, acesa. Num PSD onde cabem todos os pontos de vista. De Pedro Santana Lopes, de Rui Rio, de Paulo Rangel e de muitos outros, mais ou menos notáveis. Num PSD livre de lastro (como Marco António Costa ou Fernando Ruas).

É por isso que vejo com bons olhos movimentos como o que foi fundado e anunciado recentemente, o “Movimento Portugal Não Pode Esperar“. Fundado por um grupo de militantes entre os quais estão alguns que muito estimo, e de quem me senti politicamente próximo por várias vezes. O Pedro Rodrigues, o Miguel Corte-Real ou o Hugo Neto, que conheço, são bons exemplos disso. Desejo-lhe um bom trabalho e muita força.

Força, principalmente contra o status quo e todos aqueles que se sentem incomodados – principalmente os da “cúpula de Lesboa” e da comunicação “dita” social – que tentam desde logo “carimbar” movimentos legítimos, numa tentativa de os descredibilizar (ex: oposição a Passos Coelho… apoio a Rui Moreira).


Trumpistas portugueses

19/11/2016


Paulo Ferreira, jornalista da RTP, partilhou esta imagem no Twitter com a legenda: “Trump explicado às criancinhas? Não precisamos de ir mais longe. Está tudo aqui, nesta surreal caixa de comentários“.

Na mouche. É esta a execrável sociedade em que vivemos. É este o país que está condenado. Inundado de gente desta, pobre de espírito e sem qualquer tipo de valores ou princípios.

Já estivemos muito mais longe de um Trump. A diferença é que, a chegar, em Portugal esse Trump vai ser de esquerda. E vai ser eleito por esta cambada de imbecis.


%d bloggers like this: