Rui Patrício e o Tuga Tacanho

Mais uma vez, e a propósito da ida de Rui Patrício para o Wolverhampton Wanderers FC, o tuga não deixou créditos por mãos alheias. Vi muitos, principalmente adeptos do Sporting CP (talvez toldados pela clubite), a criticar ou desdenhar do guarda-redes da selecção, por assinar pelos Wolves.

As razões, naturalmente são as típicas de alguém que é tacanho. Porque os Wolves não são considerados “grandes” (pelo menos por estes tudólogos e pela comunicação dita social). Como se um profissional só pudesse realizar-se e ter sucesso nos designados clubes “grandes”.

Como se outros clubes não pudessem oferecer felicidade e muitas outras coisas que os designados “grandes” não oferecem. Como se a vida de um profissional fosse feita só de títulos ou de nomes “grandes” no seu curriculum. Como se não houvesse vida para lá dos “grandes”.

Estes “tugas” pensam o mesmo em relação a tudo o resto. Um eng. civil só o é se trabalhar para a Mota Engil. Um consultor só o é se trabalhar para a Delloite. Um advogado só o é se trabalhar para a Cuatrecasas. Quem trabalhar por conta própria ou para pequenas empresas é, naturalmente, pobre, infeliz e frustrado.

O que estes ignorantes não conseguem perceber é que os “pequenos” têm muito para oferecer. E mais vezes do que se pensa, dão melhores condições do que alguns dos designados “grandes”. Como é, obviamente, o caso do Wolverhampton, quando comparado com o Sporting.

Os Wolves estão na melhor liga de futebol do mundo. E qualquer profissional que se preze quer trabalhar e competir com os melhores. Os melhores profissionais querem sentir a adrenalina e o desafio a cada treino, e a cada jogo. E sentir que podem e vão jogar para ganhar sempre (e não só no discurso).

Os Wolves foram fundadores da Liga de Futebol de Inglaterra em 1888, têm 140 anos de história, e uma tradição futebolística quem nem os “grandes” portugueses têm. Possuem uma massa adepta enorme, leal, dedicada, e que enche o estádio em qualquer jogo, competição ou divisão.

Ainda assim, os Wolves foram Campeões por 3 vezes, e vice-Campeões por 5 vezes. Venceram a Taça de Inglaterra por 4 vezes, a Taça da Liga por 1 vez, e a Supertaça por 4 vezes. Para além disso foram finalistas da Taça UEFA numa ocasião. Neste momento têm uma equipa extremamente competitiva.

Com jogadores de extrema qualidade, experientes, internacionais e titulados e gerido pela Fosun International (chineses com volume de negócios de 20 biliões de dólares) o Wolverhampton está bem melhor do que o Sporting. Se entretanto considerarmos aquilo em que o Sporting se transformou nos últimos meses… nem sequer há comparação possível.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: