Portugal em ditadura I

16/01/2021

O Governo do PS liderado por António Costa OBRIGA as rádios a passar música portuguesa.


António Costa e Pilar del Rio gozam com portugueses

30/10/2012

A Casa dos Bicos foi recuperada e oferecida à Fundação Saramago pela Câmara Municipal de Lisboa. A obra custou 2,3 M€ ao erário público. Sim, leu bem, 2.300.000€ dos nossos impostos.

Mas parece que não fica por aqui. Parece que António Costa (Presidente da CM Lisboa) acordou também ficar responsável pelas despesas da casa, que ascendem a mais 50m€/ano. Sim 50.000€!

Entretanto a senhora que se deitava com Saramago e que agora é Presidente da Fundação, Pilar del Rio disse recentemente:

– “vivemos numa ilusão democrática
– “estamos a ser apunhalados pelas costas
– “nós não vivemos acima das nossas possibilidades
– “foi a banca que emprestou dinheiro acima das suas possibilidades
– “que tipo de contabilistas tem a troika?
– “não pode haver democracia quando se governa tirando tudo ao povo

Mas claro que os “maus” são os senhores do PSD e do CDS que tentam agora limpar as borradas socratistas. Já o António Costa é “bom” e desejado para próximo líder do PS e PM.

Em relação a Pilar del Rio, fico extremamente satisfeito por a continuar a vê-la ao lado de Mário Soares, Daniel Oliveira e afins, como por exemplo no Congresso das Alternativas.

Diz muito sobre o tipo de gente que participa nestes eventos e brada pelos mais fracos e pobres. Gente hipócrita que “enche o bandulho” com dinheiros do Estado. Mas o povo adora-os.


O Fado de Santana Lopes…

23/11/2011

Há muito poucas coisas que distinguem Portugal no Mundo. E nelas não se integram o Futebol ou a Dívida Pública. O que nos distingue são os Descobrimentos e… o Fado.

Não existe em mais lado algum, e nos últimos dias, temos assistido a uma grande operação de marketing envolvendo a Candidatura do Fado a Património da Humanidade.

O seu a seu dono. Foi Pedro Santana Lopes, como Presidente da Câmara de Lisboa, que em Maio de 2004, propôs o Fado para Património da Humanidade.

Por isso, nos testemunhos recolhidos, João Braga (reconhecido fadista) diz: “Neste dia tão importante para a candidatura do Fado a Património Imaterial da Humanidade na UNESCO, ocorrem-me 3 palavras para definir o meu estado de espirito: Pedro Santana Lopes“.

Esta é mais uma prova da sensibilidade Cultural e Social de Pedro Santana Lopes. Muitos criticam e atacam-no. Enquanto isso ele vai fazendo por Portugal e por Lisboa.


#Museus Só demagogos criticam FJ Viegas

09/10/2011

O Secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, anunciou que vai acabar com as entradas grátis nos museus ao domingo. Naturalmente que logo vieram os habituais demagogos e paladinos insurgir-se contra mais esta medida do Governo.

Esta é uma medidinha que apesar de pequena, pode ter algum significado. Quando se corta na Saúde, na Educação, na Segurança Social, também não se haveria de cortar na Cultura? Apesar de me parecer que isto não é um corte, é antes um ajustamento.

De facto, que outra fonte de receita têm os museus para poderem investir e conservar? Todos os museus que estão sobre a alçada do Estado (sobre)vivem de dotações do Orçamento de Estado. Está na hora de serem capazes de contribuir com algo.

Só um demagogo pode criticar esta medida. Todos sabemos que as pessoas ao domingo querem é bola, centros comerciais e praia. O João Miranda disse e bem: “nunca têm dinheiro para museus ou para os livros escolares porque têm que pagar o iPhone e a Sport TV

De qualquer forma, dou 2 exemplos: No último fim-de-semana fui ao Museu da Ciência e História Natural, estive lá 2 horas, e vi 2 (duas!!) pessoas. Hoje, fui ao Museu da Presidência da República, estive lá 1 hora, e vi 5 (cinco!!) pessoas.

Se ao fim-de-semana, principalmente ao domingo com entradas grátis, não está rigorosamente ninguém nos museus, para que vêm os demagogos berrar com a medida do Governo? É simples! Não é por nada, é apenas para criticar. Partidarite!


%d bloggers like this: