Santo Tirso Jornal offline de vez?

21/04/2013
stjornal

(Clicar para aumentar)

Mais uma vez alertado por um atento leitor, verifiquei que o Santo Tirso Jornal  já não está acessível novamente.

Escrevo este post para ver se ele volta. Da última vez que o fiz, passado umas horitas o site já estava outra vez online.

Não é que faça muita falta, confesso. Mas ao menos dá para nos irmos divertindo com os escritos do jornalista de serviço.

É de facto hilariante e revelador ver o candidato do PSD à Câmara a autoelogiar-se a coberto de um cobarde anonimato.


“Santo Tirso Jornal” offline?

11/04/2013

O Santo Tirso Jornal parece estar offline. Será que, depois de descoberta a “careca”, o Alírio Canceles e o Miguel Martins planeiam criar outro “orgão de comunicação social”? Ou será que é apenas um intervalo?

stj

Se for o caso, aceitam-se sugestões para o nome do novo “Jornal”… Santo Tirso Hoje ou Santo Tirso Jornal já não servem… Jornal de Santo Thyrso está ocupado… pode ser Santo Tirso Diário ou Correio de Santo Tirso…

PS: Obrigado ao leitor atento que me chamou a atenção para o facto.

A verdade sobre o “Santo Tirso Jornal”

02/04/2013
(Clicar para ampliar a imagem)

(Clicar para ampliar a imagem)

Já escrevi sobre o Santo Tirso Jornal uma, outra, outra, outra e outra vez. Desde o seu aparecimento, em Maio 2012, duvidei da sua origem e escrevi que suspeitava ser uma “tentativa de utilização encapotada de órgãos de comunicação social para cumprir objectivos políticos pessoais“.

O que disse, e escrevi várias vezes, foi que o Santo Tirso Jornal era uma espécie de “herdeiro” do Santo Tirso Hoje. Um pretenso jornal online, criado e gerido por Alírio Canceles, com o objectivo de atacar os seus adversários e de se auto-promover, a coberto de um cobarde anonimato.

Ou seja, o suposto jornal online seria na verdade um veículo onde Alírio Canceles se faria passar por um independente jornalista, enganando os mais incautos. O que revelava da sua parte uma cobardia e desonestidade intelectual atroz. E tudo isto se veio a confirmar ao longo do tempo.

Ainda assim, e como escrevi no último post sobre o tema, mesmo perante tamanhas evidências ainda haveria gente com o descaramento de dizer que tudo isto é mentira. E quem foi que o fez? O Miguel Martins. Honras lhe sejam feitas por ter sido o único com coragem de assinar.

O Miguel Martins é membro da Comissão Política do PSD Santo Tirso, e mais um dos fiéis seguidores de Alírio Canceles. Não se esforça para pensar pela própria cabeça (apesar de eu achar que era capaz) e escolheu deixar-se levar pela banha da cobra. Pois besunte-se com ela.

Eu avisei o Miguel dizendo-lhe “Eles apenas se aproveitam da tua ingenuidade, da tua boa vontade e dos teus conhecimentos em informática para lhes tratares das páginas do partido, de campanha, das redes sociais (e, quem sabe, do Santo Tirso Jornal)“. E quem te avisa teu amigo é, certo?

Pois. A verdade está nas imagens que acompanham este post. Tanto o site do Santo Tirso Jornal como o site de campanha de Alírio Canceles, estão registados sobre a mesma morada, que aparentemente é do Miguel Martins. Está portanto justificado e desmascarado o embuste.

E depois diz o Miguel (já mo disse várias vezes) que eu tenho algo de pessoal contra Alírio Canceles. E agora dirá também que tenho contra ele próprio. Não tenho Miguel! O que acho é que vocês não reunem os mínimos exigíveis para que o futuro de Santo Tirso esteja nas vossas mãos!

Vossas excelências, com este tipo de comportamentos, demonstram bem a vossa personalidade (ou falta dela) e o vosso carácter (ou falta dele). Mostram ao que vêm (assalto ao Poder. O Poder pelo Poder) e como pretendem lá chegar (por vias travessas e pouco transparentes).

Tudo isto é um mau prenúncio para a forma como iriam actuar a partir do momento que se vissem no Poder. E portanto eu, como Português, como Tirsense, e até como militante do partido pelo qual se candidatam, tenho o direito e o dever de fazer tudo ao meu alcance para vos denunciar.


%d bloggers like this: