O Portugal que não quero (I)

15/06/2010

Eram 23h30 e estava eu numa deserta área de serviço da A8. Chega um bruto Jaguar de onde sai um jovem com os seus 30 anos, vestido da forma mais parola que tenho visto. Aproxima-se do balcão, pede uma cerveja em lata e sai a alta velocidade.


%d bloggers like this: