Unidose != 1 comprimido

06/04/2010

No discurso de tomada de posse (em 2005) José Sócrates só falou de uma medida em concreto para o sector da Saúde – todas as outras foram de carácter geral – a introdução da unidose nos medicamentos. O Governo legislou contra a vontade das farmácias, da indústria e dos médicos. Conclusão? A decisão já tem meses e nunca foi aplicada. Mais um fracasso de Sócrates.

O utente que “engole” o que a comunicação dita social e a retórica política do PS lhe dá, pensa que era muito melhor e mais económico comprar um comprimido em vez da caixa inteira. Ora a unidose não é isso. Se temos de tomar um antibiótico durante 7 dias, 3 vezes ao dia, devemos comprar 21 comprimidos e essa é que é a unidose.

Alguém está a ver um saco ou um balde cheio de comprimidos e o farmacêutico a contar um a um? Ou alguém está a imaginar venderem-se comprimidos como se vende alpista numa drogaria? Não me parece. Deve, isso sim, dimensionar-se melhor as embalagens. E para promover essa alteração deverá conversar-se com indústria, farmácias, médicos e utentes.

Basta de decisões tomadas dentro de gabinetes políticos por gente que não faz a mínima ideia do que se passa “cá fora”.


%d bloggers gostam disto: